Como calcular o preço de venda de um produto? Confira o passo a passo!

Aprender como calcular o preço de venda de um produto é indispensável para quem deseja ter lucro com o empreendimento e alcançar o sucesso do negócio.

Isso porque vender muito nem sempre é sinônimo de lucratividade e isso está muito relacionado a problemas na hora de calcular o preço de venda.

O raciocínio é simples: quando o valor de um produto não é calculado da maneira correta, sua empresa pode ter prejuízos a cada negócio fechado, o que pode levá-la à falência. 

E você pode estar pensando: “para resolver esse problema basta colocar um valor de venda que seja maior do que o de compra do item comercializado”. Entretanto, essa não é a solução. 

Afinal, o preço que você paga ao fornecedor pela mercadoria que irá revender em sua loja não é o único custo da sua empresa, concorda?

Quanto custam as suas ações de marketing para levar clientes até a sua empresa? Qual é o valor da sua plataforma de e-commerce ou o aluguel de sua loja física? Quanto custa manter seus funcionários? Qual é o valor do custo fixo do seu negócio? 

É preciso que você saiba responder a essas perguntas para que possa considerar esses valores no cálculo de preço de venda dos produtos da sua empresa. Se você não faz isso, existe uma grande chance de não ter um bom equilíbrio entre despesas e receitas do negócio e acabar saindo no vermelho, mesmo com um bom volume de vendas

Junto com tudo isso, é preciso considerar o valor de mercado praticado por seus concorrentes e realizar um bom controle de estoque.

Vender uma mercadoria similar à dos concorrentes com um valor muito acima do praticado pode parar o seu estoque e prejudicar suas vendas.

Pensando em te ajudar a equilibrar tudo isso, organizamos um passo a passo de como calcular o preço de venda de um produto. Confira!

Como calcular o preço de venda de um produto? 

A fórmula para calcular preço de venda de um produto é:

 Preço de venda do produto = Preço de Custo + Despesas Operacionais + Margem de Lucro 

Antes de simplesmente somarmos esses valores, vamos entender o que cada uma das variáveis significa.

Preço de custo

O preço de custo de um produto é o valor que ele custou para quem vai vendê-lo. Por exemplo, se o item vendido foi comprado de um fornecedor, o valor pago por ele, pela empresa, será o preço de custo. 

Vamos imaginar que você seja o dono de uma loja de roupas e que tenha comprado  de seu fornecedor uma camisa a R$25. Esse é o valor de custo da mercadoria.

Entretanto, se o produto tiver sido feito pela empresa que irá comercializá-lo, os custos para desenvolvê-lo devem ser considerados e somados para encontrar o preço de custo. 

Usando o exemplo da camisa, será necessário somar o custo com tecido, com maquinário, pessoal (veja quanto tempo uma camisa demanda da equipe e considere quanto esse tempo custa para sua empresa) e acessórios como linha. Com isso, você terá o preço de custo. 

Leia também: Catálogo de produtos: como criar o seu e deixá-lo mais atrativo.

Despesas operacionais

Quando falamos sobre despesas operacionais, estamos nos referindo aos custos necessários para manter a empresa em funcionamento, por exemplo:

  • aluguel; 
  • energia elétrica; 
  • internet; 
  • salários;
  • impostos etc.

Esses custos não estão relacionados necessariamente ao produto, mas é com essa venda que eles poderão ser pagos.  

Com o montante de despesas operacionais em mãos, você precisará distribuir uma parcela desse valor para cada mercadoria, afinal, não será apenas a venda de um item que irá arcar com esses gastos. 

Você precisa então distribuir parte do custo operacional sobre cada produto, como se cada item fosse responsável por uma parte do valor necessário para pagar as despesas da empresa. Considere as despesas proporcionais para cada venda.

    [Kit] Planejamento para e-commerce

    Criamos um kit super completo com materiais essenciais para o planejamento da sua loja virtual ser um sucesso!

    Margem de lucro

    A margem de lucro é o percentual que você deseja ganhar sobre o valor do produto. Ela é uma das variáveis a serem consideradas no cálculo do preço de venda. 

    A maneira mais comum de encontrarmos pessoas fazendo cálculo da margem de lucro é somando esse percentual de lucro que deseja ser alcançado ao valor do custo da mercadoria.

    Por exemplo, se o produto custa R$100 e você deseja colocar uma margem de 40%, a fórmula é: 

    R$100 x 40% ou 100 x 0,4

    = 40

    Valor do produto = custo + margem 

    Valor do produto = 100 + 40

    Valor do produto = R$ 140

    Espera-se, então, que esse valor de R$140 represente um valor de venda com 40% de lucro. Mas não é bem assim. Se você fizer o cálculo ao contrário, verá que o valor representa uma margem de lucro menor:

    40 / 140 

    ou

    valor da margem / valor de venda 

    = 0,28 ou 28%

    Isso indica que você supôs uma margem de lucro de 40%, mas, na verdade, ela foi de apenas 28%. E pode ser um perigo se você, por exemplo, investir na aquisição de clientes considerando a margem de 40%. 

    Então, como calcular o preço de venda de um produto a partir da definição correta da margem de lucro? 

    Em vez de usar o valor percentual do que você deseja alcançar como margem de lucro, você aplica o valor contrário. Por exemplo, quer 40% de lucro? Use na fórmula o valor de 60%. 

     Valor do produto / 100% – margem de lucro desejada

     Valor do produto / 100% – 40%

     Valor do produto / 60%

     Valor do produto / 0,6

    100 / 0,6

    = 166,67

    Para conferir se está certo, vamos fazer a fórmula contrária:

    Valor da margem de lucro / valor de venda do produto

    66,67 / 166,67

    = 40%

    Ficou com alguma dúvida sobre o cálculo? Então, assista ao vídeo abaixo:

    Agora que você já conhece e sabe como encontrar cada variável da fórmula para calcular o preço de venda de um produto, é hora de colocar os valores nos lugares certos e fazer a soma. 

     Preço de venda do produto = Preço de Custo + Despesas Operacionais + Margem de Lucro 

    Lembre-se também de observar se o valor encontrado é competitivo com o mercado em que você está inserido, principalmente em relação aos valores praticados pelos concorrentes e à capacidade de compra dos consumidores. 

    Uma das formas de verificar se o preço cobrado está alinhado ao perfil de cliente é verificar o ticket médio atual da empresa.

    Esse indicador é um dos sinais sobre o comportamento dos clientes da sua empresa e deve ser considerado na precificação dos produtos.

    O acompanhamento de todos esses valores vai ajudar sua empresa a ampliar as taxas de conversão e a alcançar um lucro maior. 

    Com esse objetivo, te convidamos a conhecer os recursos da SmartHint para otimizar os resultados da sua loja virtual

    Nossa meta é melhorar a experiência de compra do cliente dentro do seu e-commerce, aumentando as taxas de conversão por meio de:

    Conheça nossa tecnologia e entenda como usá-la para melhorar a experiência no seu e-commerce, reter clientes e gerar mais vendas.

    banner conheça a smarthint

    Compartilhe:

    Rodrigo Schiavini

    Rodrigo Schiavini

    Fundador e diretor de negócios da SmartHint, também é diretor regional Paraná da ABComm, com mais de 10 anos de experiência em comércio eletrônico para grandes marcas dos mais variados segmentos.
    Últimas postagens

    Conteúdos e estratégias
    para e-commerce

    Receba conteúdos especializados no seu e-mail.
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]
    [class^="wpforms-"]