O que significa call to action e como usar na estratégia de conversão?

Call to action (CTA) significa “chamada para ação”. Seu objetivo é direcionar o usuário para o próximo passo que ele deve dar em seguida, quando está em contato com a empresa através de um algum canal. Eles são importantes ferramentas usadas para atrair usuários, nutri-los e convertê-los. 


 

Você já ouviu falar em call to action (CTA)? Sabe o que significa ? Em português o termo pode ser traduzido como “chamada para ação” e funciona como um convite ao usuário

É um importante estímulo que pode ser usado para convidar um cliente em potencial a visitar o seu site, contribuir para que um lead avance para as próximas etapas e até mesmo estimular uma compra. 

Neste artigo, vamos explicar o que é call to action na prática, a partir da apresentação de alguns exemplos e da explicação de seus usos. Continue lendo e descubra como usar o CTA em sua estratégia.

O que é call to action?

Como dissemos, call to action (CTA) significa “chamada para ação” e, no ambiente digital, ele geralmente é associado a algum hiperlink ou botão.

Nesse contexto, é importante ressaltar que o principal objetivo de um botão de call to action é guiar o usuário, que está interagindo com um conteúdo ou canal da empresa, para a próxima fase de sua jornada de compra. 

“Clique e saiba mais”, “Faça o download agora mesmo” ou “Compre aqui” são alguns tipos de call to action famosos usados em diferentes etapas da jornada de compra de um cliente

Os CTAs são importantes ferramentas usadas para atrair usuários, nutri-los e convertê-los. Por isso, são recursos muito úteis para manter o relacionamento e avançar os leads pelas etapas do funil de vendas.

    [Guia] 50 ferramentas para e-commerce em 2022

    Neste guia super completo você vai encontrar 50 ferramentas de e-commerce para inserir no seu planejamento para 2022 e começar o ano com tudo.

    Exemplos de call to action: como usar 

    Os botões de call to action podem ser usados em diferentes etapas do processo de vendas de uma empresa e para alcançar diferentes objetivos. 

    Por exemplo, considere que sua empresa criou um anúncio no Google Ads e deseja que o cliente clique na publicidade para que seja direcionado para as páginas do seu site. Para isso, um possível botão de call to action pode ser “Aproveite a oferta por tempo limitado”, “Clique e saiba mais” ou “Acesse seu cupom gratuitamente”. 

    Esses exemplos de call to action têm o objetivo de ampliar o tráfego de visitantes em suas páginas. Ou, na lógica de funil de vendas, ele cumpre a etapa de atração do inbound marketing

    Afinal, anúncios possuem uma relação muito estreita com essa fase da jornada de compra, em que o cliente está começando a compreender suas necessidades. 

    Também é interessante aplicar um call to action como esses no retargeting, uma estratégia muito usada no e-commerce para fazer com que um cliente em potencial, que já visitou suas páginas, retorne para o site e conclua a compra

    Nesses casos, alguns exemplos de call to action que podem conquistar muitos cliques são: “Aproveite o frete grátis” ou “Compre com 20% OFF com o cupom 20FREE”. 

    Perceba que o uso do botão call to action deve estar alinhado ao objetivo da sua campanha. Ele pode convidar um usuário a acessar seu site ou chamá-lo para a ação de compra. Na verdade, ele pode mais do que isso. Além dos exemplos de call to action em anúncios, é indispensável lembrar o uso dessa tática dentro do e-mail marketing

    Nesse caso, é possível usar CTAs que levem os leads para outros materiais, como webinars, e-books, tutoriais em vídeo e muito mais. 

    Mas existem muitos outros exemplos de call to actions para e-commerce que convidam um antigo cliente a:

    • comprar novamente;
    • conhecer a nova linha de produtos;
    • aproveitar os lançamentos;
    • conferir os itens mais vendidos e muito mais. 

    Os call to actions dentro do e-mail marketing também devem deixar claro ao lead o que ele vai encontrar quando clicar no botão e precisam de um objetivo claro — até mesmo para que sua equipe possa mensurar os resultados. 

    Leia também: Táticas de marketing de conteúdo para sites de e-commerce.

    Seja nas redes sociais, quando você chama seus seguidores para conhecer mais sobre um assunto se inscrevendo em um evento on-line gratuito, por exemplo, ou dentro do e-commerce, em que você usa o CTA para convidar o visitante a conferir os produtos mais vistos, o call to action deve ser claro, único e ter um objetivo definido

      [E-book] Não é mágica, é estratégia: saiba tudo o que o Hotsite pode fazer pelo seu e-commerce

      Quer descobrir as vantagens de usar hotsite para aumentar suas vendas? Nesse ebook você vai aprender:

      - Afinal, o que é um hotsite?

      - Por que e quando usar?

      - Quais as diferenças entre hotsite, landing page e site?

      - Insights para engajar e converter o seu cliente.

      - E muito mais!

      Como criar um bom call to action?

      Além de pensar no objetivo que você deseja atingir com o botão de call to action, sua equipe também deve estar atenta a outros elementos que vão permitir a criação de um bom CTA. Confira os principais.

      • Relacionar o call to action com o restante da página 
      • Escolher o tamanho e a cor certa para o call to action
      • Definir o local certo para o CTA 
      • Usar verbos no imperativo
      • Inserir gatilhos mentais
      • Oferecer algo de valor 
      • Focar em um único call to action
      • Fazer testes

      Relacionar o call to action com o restante da página

      O CTA deve estar alinhando a outras informações da página e do conteúdo para que realmente ajude no convencimento do leitor, fazendo com que ele clique na chamada. 

      Escolher o tamanho e a cor certa para o call to action

      O tamanho e a cor do call to action devem combinar com o layout do restante do material. Ambos devem se complementar e chamar a atenção. Para isso, é recomendável que os tons sejam vibrantes e que o tamanho seja adequado.   

      Definir o local certo para o CTA 

      É muito importante definir o local certo em que o CTA vai aparecer. Idealmente, deve estar centralizado, na primeira “dobra” do conteúdo, ou seja, na metade superior de uma página. 

      Usar verbos no imperativo

      Também é importante usar verbos no imperativo, que chamem o usuário à ação. Por exemplo, “Compre agora” ou “Faça o download”.

      Inserir gatilhos mentais

      Você pode inserir gatilhos mentais no CTA, como o de urgência, para fazer o usuário agir imediatamente. Por exemplo, “Frete grátis por apenas 24 horas!”.

      Oferecer algo de valor 

      Ofereça algo de valor ao incluir um call to action em sua estratégia, sem isso dificilmente você receberá os cliques que espera.

      Focar em um único call to action

      Lembre-se: o call to action deve ser único. Calma, isso não significa que você não possa ter mais de um botão na página. É possível sim ter mais de um CTA, mas todos devem levar o usuário para o mesmo local, ou seja, devem fazer a mesma chamada para ação. Caso contrário, podem acabar desviando o foco do usuário e perdendo o efeito.

      Por isso, evite oferecer muitos CTAs sobre diferentes assuntos, que levem o lead a pensar sobre em qual botão é melhor clicar e o que é melhor conhecer. Isso porque, em caso de dúvida, ele pode acabar não clicando em nada.

      Fazer testes

      Uma das formas de otimizar os resultados do CTA é a partir da realização de testes A/B que vão mostrar quais modelos de call to action estão conquistando mais cliques. 

      Leia também: O que é CVR, qual a importância e como otimizar a taxa de conversão?

      Tipos de call to action

      No tópico anterior, apresentamos algumas opções de call to action que você pode usar em sua estratégia, em diferentes momentos. 

      Agora vamos mostrar os principais exemplos de uso desses CTAs para que você possa escolher quais usar, em diferentes momentos do processo comercial.

      • Clique e confira!
      • Faça um teste grátis
      • Acesse agora o material rico 
      • Aproveite o frete grátis!
      • Agende uma visita 
      • Peça o contato do nosso consultor

      Call to action para e-commerce

      Em uma estratégia de marketing e vendas para e-commerce, os CTAs são muito relevantes para atrair e converter clientes, sejam eles novos consumidores, compradores que abandonaram o carrinho de compras ou antigos clientes que estão há muito tempo sem realizar uma compra. 

      Junto com um bom call to action, para aumentar as taxas de conversão, investir na melhoria da experiência oferecida ao cliente dentro da sua loja virtual é uma prática essencial. 

      Para isso, você pode contar com as ferramentas da SmartHint. Conheça nossa tecnologia e entenda como usá-la para melhorar a experiência no seu e-commerce, reter clientes e gerar mais vendas.

      banner conheça a smarthint

      Compartilhe:

      Rodrigo Schiavini

      Rodrigo Schiavini

      Fundador e diretor de negócios da SmartHint, também é diretor regional Paraná da ABComm, com mais de 10 anos de experiência em comércio eletrônico para grandes marcas dos mais variados segmentos.
      Últimas postagens

      Conteúdos e estratégias
      para e-commerce

      Receba conteúdos especializados no seu e-mail.
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]
      [class^="wpforms-"]