Como fazer um plano de marketing e elaborar estratégias mais eficazes?

Um plano de marketing é um documento que organiza e viabiliza as estratégias de marketing, atuando como um guia para que a equipe tenha uma visão mais nítida sobre as diretrizes dessas ações. Dessa forma, um plano de marketing oportuniza a construção de um processo de trabalho detalhado, bem-estruturado e completo.


 

Segundo um estudo do BigData Corp feito em parceria com o PayPal Brasil, a expansão do e-commerce no Brasil totalizou mais de 1,3 milhão de lojas on-line, representando um crescimento de 40,7% ao ano.

Diante desse dado, é correto afirmar que o mercado está muito aquecido e, consequentemente, altamente competitivo.

Por isso, tanto para as lojas já estabelecidas nesse segmento, quanto para as iniciantes, colocar seu negócio em evidência para aumentar as vendas e melhorar os resultados é um enorme desafio. 

Independentemente do momento atual da sua marca, é essencial que você adote  instrumentos que direcionem seus esforços de maneira assertiva, garantindo vendas recorrentes e a saúde financeira da sua empresa.

Uma das soluções que podem ser utilizadas para isso é o plano de marketing, uma ferramenta essencial para o sucesso de qualquer negócio.

Trata-se de um recurso de gestão e estratégia, que organiza as ações de marketing considerando os fatores internos e externos que as impactam, viabilizando estratégias mais sólidas, conscientes e seguras.

No entanto, para alcançar os melhores resultados, é necessário saber como utilizar essa ferramenta de maneira correta, para ter certeza de que o plano está sendo desenvolvido de forma realista e eficaz.

Confira, a seguir, um guia rápido e entenda como fazer um plano de marketing para elaborar e controlar suas estratégias. Continue a leitura!

O que é um plano de marketing?

Um plano de marketing é um documento que organiza e viabiliza as estratégias de marketing, atuando como um guia para que a equipe tenha uma visão mais nítida sobre as diretrizes dessas ações.

Dessa forma, um plano de marketing oportuniza a construção de um processo detalhado, bem-estruturado e completo. Ele pode ser utilizado para os mais diversos objetivos de marketing de uma marca, como:

  • lançar produtos e serviços;
  • melhorar o relacionamento com o cliente;
  • reposicionar a marca;
  • mudar o público-alvo;
  • aumentar as vendas;
  • fidelizar clientes;
  • elevar a visibilidade da marca;
  • implantar o rebranding;
  • fazer a gestão das estratégias de branding.

Para isso, um plano de marketing considera as metas desejadas pela empresa e a capacidade operacional do departamento simultaneamente.

Você verá, mais adiante neste artigo, como elaborar um plano de marketing etapa por etapa. Mas, em síntese, ele se divide em três momentos:

  • Planejamento
  • Implementação 
  • Avaliação

Planejamento

Etapa dedicada ao estudo do planejamento estratégico da empresa, do cenário atual da marca, do ambiente externo, da concorrência e do público-alvo, juntamente com a definição de um objetivo central que guia as metas e o plano de ação. 

No planejamento, algumas metodologias aliadas são: a análise SWOT e a construção de personas. 

Implementação

Momento em que ocorre a definição de ferramentas; dos colaboradores envolvidos no projeto; o estabelecimento de orçamento; e a criação e construção do cronograma que colocará em prática a estratégia escolhida para atingir os objetivos. 

Avaliação

Etapa de mensuração de resultados para avaliar o progresso da estratégia e o retorno sobre o investimento dispensado. Nessa fase, é interessante escolher ferramentas na parte de implementação que otimizem a análise de resultados.

Para que serve um plano de marketing?

Basicamente, o plano de marketing serve para contextualizar de maneira detalhada uma estratégia de marketing, respondendo a questões como:

  • Qual é o cenário atual da empresa?
  • Qual é o cenário do ambiente externo?
  • Qual é o objetivo desta estratégia?
  • Como esta ação pode contribuir para o planejamento estratégico da marca?
  • Quem é o público-alvo a ser atingido por esta estratégia?
  • Como funcionará a execução do plano? 
  • Quais táticas de marketing serão utilizadas?
  • Quem são os colaboradores envolvidos neste projeto?
  • Qual é o valor do investimento para esta estratégia?
  • Quais são os resultados esperados?
  • Como os resultados serão mensurados?

Assim, o plano de marketing coloca todos do time na mesma página e permite a elaboração de uma estratégia de forma mais harmônica e coerente com o propósito da empresa.

Retomando o que falamos no início: o plano de marketing é uma etapa fundamental para a construção de qualquer estratégia de marketing e deve ser realizado independentemente do objetivo dessa ação.

Quando uma estratégia de marketing é definida de maneira inteligente, os resultados podem ser surpreendentes e muitas vantagens são desencadeadas. 

Um bom plano de marketing:

  • oferece uma visão mais estratégica sobre a empresa;
  • ajuda a vender melhor;
  • gera mais sinergia entre o time de marketing;
  • oportuniza uma gestão mais assertiva e realista;
  • eleva o controle e a previsibilidade sobre as estratégias de marketing;
  • aumenta as chances de conexão com o público-alvo;
  • cria campanhas de marketing mais assertivas;
  • facilita a adaptação às mudanças no mercado.

Como elaborar um plano de marketing

Agora, vamos colocar a mão na massa e entender como elaborar um plano de marketing completo e detalhado.

Antes de tudo, é importante ter consciência de que esse plano não precisa ser um documento extenso e extremamente detalhado sobre cada aspecto de uma estratégia.

Por outro lado, sem dúvidas, o plano de marketing deve ser bem objetivo e claro para que nenhum dos colaboradores envolvidos o interprete de maneira equivocada.

Dito isso, vamos conhecer as 8 etapas do plano de marketing:

1) Faça uma análise de mercado

2) Conheça profundamente seu público-alvo

3) Defina um objetivo

4) Estabeleça indicadores e métricas

5) Escolha a tática de marketing que será utilizada

6) Determine recursos e investimentos necessários

7) Crie um cronograma

8) Prepare o plano de marketing

1) Faça uma análise de mercado

O primeiro passo para montar um plano de marketing é realizar um diagnóstico sobre a situação atual da sua empresa e sobre os fatores externos que impactam seu negócio.

Uma ferramenta muito útil para essa análise é a matriz SWOT. Também conhecida como análise SWOT, a matriz identifica os aspectos dos ambientes interno e externo que podem, de alguma forma, colaborar para o crescimento da empresa ou prejudicar seus resultados.

SWOT é a sigla em inglês para:

  • Strengths (forças);
  • Weaknesses (fraquezas);
  • Opportunities (oportunidades);
  • Threats (ameaças).

Na prática, a análise SWOT o ajudará a ter uma visão completa sobre os pontos fortes da sua marca, o que precisa ser aprimorado, qual o comportamento do mercado pode beneficiar ou ameaçar os resultados.

Ficou confuso? Vamos entender mais precisamente esses dois aspectos da análise SWOT:

Análise do ambiente interno

O ambiente interno é a “parte de dentro” da sua empresa, tudo aquilo que você pode controlar. Portanto, no ambiente interno encontramos:

  • processos internos;
  • produtos e serviços;
  • colaboradores;
  • reputação;
  • localização.

Com isso, podemos identificar as forças e fraquezas da sua operação.

Análise do ambiente externo

No ambiente externo estão todos os fatores dos quais sua empresa não tem controle, como:

  • clientes;
  • fornecedores;
  • concorrentes;
  • socioeconomia;
  • tendências.

Aqui, estão os elementos que podem ser classificados como oportunidades ou ameaças para a sua marca.

A partir desse diagnóstico, é possível definir estratégias que fortaleçam seus pontos fortes, resolvam os pontos fracos, aproveitem as oportunidades do mercado ou diminuam as ameaças do ambiente externo.

E então, você encontra um norte para sua estratégia de marketing, que guiará a execução do plano de marketing.

Entenda na prática como funciona a análise SWOT no vídeo abaixo:

E pra entender com ainda mais detalhes, leia também: Como fazer análise SWOT? 4 passos para um planejamento mais eficiente.

2) Conheça profundamente seu público-alvo

Nessa etapa do plano de marketing, deve constar uma descrição do seu público-alvo, considerando o comportamento do consumidor, seus hábitos, valores, necessidades e desejos.

Alguns instrumentos que você pode utilizar para identificar esses agentes são:

  • construção de personas;
  • pesquisas de satisfação com clientes ativos;
  • entrevistas;
  • segmentação de clientes.

Por meio desse entendimento, as ações de marketing podem ser elaboradas com uma linguagem e abordagem mais coerente com o seu público-alvo, elevando as chances de sucesso da estratégia.

Aliás, ter um profundo conhecimento sobre seu público-alvo e somar essa compreensão às análises feitas no tópico anterior, irá auxiliá-lo a encontrar um fator muito desejado no mercado: seu diferencial competitivo.

Ao localizá-lo, você pode criar estratégias de vendas que afirmem esse diferencial, aumentando suas taxas de conversão e atraindo mais clientes.

Este artigo também pode ser interessante pra você: Saiba como criar uma persona e qual a importância para o seu negócio.

3) Defina um objetivo

Até aqui, você analisou todos os fatores internos, externos e seu público-alvo.

Nesse momento, verifique o planejamento estratégico da empresa e reflita sobre um objetivo de marketing que possa contribuir para que sua marca atinja os resultados esperados, considerando todos os elementos estudados anteriormente.

Tenha certeza de que esse objetivo tenha metas desafiadoras, porém realistas.

Caso contrário, os esforços da equipe serão direcionados para propósitos utópicos, fato que pode desengajar seu time e ocasionar uma perda financeira.

Leia também: Como aumentar as vendas on-line? 8 estratégias para aplicar na sua loja.

4) Estabeleça indicadores e métricas

Você deve acompanhar o progresso dessa ação de marketing a todo momento durante sua execução. Para tanto, estabeleça indicadores e métricas. 

Os KPIs (key performance indicator, em português, indicadores-chave de performance) avaliam o desempenho da equipe, as metas e os resultados objetivos pelas ações.

Em resumo, os KPIs indicam se você está no caminho certo ou não. Assim, você ganha previsibilidade e maior controle sobre sua estratégia. 

Inclusive, ao acompanhar esses indicadores, você pode intervir — caso encontre cenários indesejados — e trabalhar com seu time para reverter essa situação.

Conheça alguns exemplos de KPIS relevantes para marketing:

  • custo por aquisição (CPA);
  • quantidade de leads gerados;
  • custo por clique;
  • taxa de conversão;
  • origem do tráfego;
  • ticket médio;
  • ROI.

5) Escolha a tática de marketing que será utilizada

Esse é o momento em que definimos qual estratégia de marketing vamos utilizar para alcançar o objetivo estabelecido.

Para cada objetivo, existe uma tática mais adequada. Para vender mais, por exemplo, você pode:

A tática definida baseará, também, o plano de ação e o investimento dispensado para viabilizá-la. 

Por isso, é necessário ter em mente que as etapas para elaborar um plano de marketing são cumulativas. Isto é, todas análises e estudos devem ser utilizados para os próximos passos do plano, garantindo um processo em harmonia com a realidade do seu negócio, do mercado, do público-alvo e dos seus objetivos.

6) Determine recursos e investimentos necessários

Para atingir o seu objetivo, quais ferramentas serão necessárias? 

Será preciso contratar mais colaboradores? Ou, então, aplicar um treinamento para capacitar a equipe e qualificá-la para alcançar as metas?

Se a tática de marketing escolhida for investir em mídia paga, qual seria o investimento necessário para colocar em prática essa estratégia?

Todos esses aspectos devem ser analisados e contabilizados para definir um orçamento final para o projeto. É por meio do valor desse investimento que será possível mensurar o ROI (retorno sobre o investimento), que expõe os ganhos ou prejuízos financeiros de cada ação.

7) Crie um cronograma

Um tópico essencial do plano de marketing é a construção de um cronograma que ofereça tangibilidade para a entrega de cada etapa da estratégia de marketing, bem como os colaboradores responsáveis por elas, detalhando quais atividades e tarefas devem ser realizadas para alcançar os objetivos.

8) Prepare o plano de marketing

O plano de marketing é um documento que centraliza todas as ações de marketing. Então, será preciso se dedicar ao desenvolvimento de um guia bem construído, descrevendo cada etapa do plano de marketing que discutimos até aqui.

Para te ajudar a organizar essas ideias, veja um exemplo de sumário para seu plano de marketing:

1) Sumário executivo

2) Diagnóstico do cenário atual da marca

3) Análise do ambiente externo

4) Análise da concorrência

5) Descrição do público-alvo e persona

6) Objetivo

7) Indicadores e métricas

8) Estratégia de marketing

9) Recursos e investimento

10) Cronograma e responsáveis

Ao finalizar seu plano de marketing, não se esqueça de compartilhá-lo com toda a sua equipe e de fazer uma reunião explicando cada tópico do documento.

Desse modo, você garante mais sinergia entre o time e os objetivos da empresa, elevando o desempenho da estratégia e atingindo os objetivos propostos.

Agora que você já sabe como fazer um plano de marketing de sucesso, não detenha o conhecimento com você! Compartilhe este texto em suas redes sociais! 

Como fazer um plano de marketing para e-commerce 

Como você viu, entender como fazer um plano de marketing é fundamental para o sucesso de um e-commerce. A partir desse instrumento, você tem maior visibilidade para reconhecer aquilo que pode ser feito para aumentar as vendas dentro da sua loja virtual e encarar a alta competitividade desse mercado.

E por falar em competitividade, algo que não pode faltar em um planejamento de marketing para e-commerce são investimentos em experiência do cliente no seu site. Se o usuário tiver dificuldade para encontrar o que precisa, não pensará duas vezes em procurar outra loja que promova uma experiência mais agradável.

Para esse fim, você pode contar com as ferramentas da SmartHint:

Conheça nossa tecnologia!

Compartilhe:

Rodrigo Schiavini

Rodrigo Schiavini

Fundador e diretor de negócios da SmartHint, também é diretor regional Paraná da ABComm, com mais de 10 anos de experiência em comércio eletrônico para grandes marcas dos mais variados segmentos.
Últimas postagens

Conteúdos e estratégias
para e-commerce

Receba conteúdos especializados no seu e-mail.
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]
[class^="wpforms-"]