O que é dropshipping e como funciona esse novo modelo de negócio?

O dropshipping é uma técnica usada por grandes e pequenas lojas virtuais para facilitar e agilizar a venda de produtos. Com ela, o e-commerce atua apenas como intermediário entre o fornecedor e o consumidor final e, por isso, pode focar mais em estratégias de marketing, experiência do cliente e vendas.

dropshipping

O dropshipping é uma técnica usada por muitas lojas virtuais para facilitar e agilizar a venda de produtos. Grandes nomes do comércio eletrônico, como eBay, AliExpress, Mercado Livre e Amazon, se sustentam dessa forma. Mas pequenos lojistas também utilizam essa técnica para vender on-line de forma mais rápida e prática. 

Vamos entender melhor como isso funciona?

Confira o conteúdo que preparamos nos seguintes tópicos:

O que é dropshipping?

A palavra “dropshipping” vem da junção de duas palavras em inglês. “Drop” significa “largar” e “shipping”, nesse caso, significa “remessa”. Portanto, a palavra “dropshipping” se refere a uma técnica de venda em que o e-commerce deixa o estoque e a entrega de produtos sob a responsabilidade do fornecedor. 

Assim, a loja virtual atua como um intermediário entre o fornecedor e o consumidor final e pode focar mais em estratégias de marketing, experiência do cliente e vendas. Isso porque não precisa lidar com estoque físico e operações de logística, pois essas tarefas ficam a cargo do fornecedor.

Nesse sistema, quem faz a venda dos produtos é o lojista: ele envia a ordem de transação para o fornecedor e o fornecedor, por sua vez, envia o produto em nome do lojista. Sendo assim, o lucro da loja virtual vem da diferença entre o preço cobrado pelo lojista e o preço cobrado pelo fornecedor. 

Outra característica do dropshipping é que ele pode ser nacional ou internacional. Isto é, pode envolver vendas e entregas dentro de um único país ou entre países diferentes.

Veja, na imagem abaixo, como o dropshipping funciona: 

o que é dropshipping e como funciona

Responsabilidades da loja virtual

A loja virtual fica responsável por toda a comunicação e contato com o cliente, do início ao fim do processo. Isso engloba ações de marketing e contato em diversos canais, como e-mail, chat e telefone. Ela também fica encarregada do gerenciamento das vendas. Ou seja, é a marca do lojista que estará visível durante todo o processo.

Responsabilidades do fornecedor

O papel do fornecedor nesse sistema é mostrar ao lojista os produtos disponíveis e dizer qual quantidade pode ser colocada à venda para o consumidor final. Ele também fica responsável pelo estoque, separação e preparação do pedido, empacotamento, entrega e até mesmo possíveis devoluções.

Quais os benefícios do dropshipping?

Agora que você já sabe o que é dropshipping e como funciona essa técnica, veja os benefícios que ela pode levar para o lojista:

  • Baixo custo para começar o negócio, pois não lida com estoque físico. 
  • Mais tempo para  focar na experiência dentro da loja virtual, em personalização, manutenção do site, publicidade etc. 
  • Possibilidade de pensar mais em estratégias de vendas, pois a maior preocupação é continuar vendendo e não apenas se livrar do estoque e entregar produtos. 
  • Maior variedade de itens para oferecer, inclusive os de nicho, que, geralmente, não são tão procurados.
  • É possível vender produtos fabricados em vários lugares diferentes.
  • Redução com custos em espaços físicos e mão de obra.
  • Mais facilidade para escalar o negócio, pois não precisa se preocupar com a operação logística.

Cuidados ao adotar o dropshipping

Escolha bons fornecedores

Na hora de optar pelo dropshipping em seu e-commerce, é imprescindível que você saiba escolher bons fornecedores. Ou seja, com bom preço, mas também com qualidade no serviço, cuidados com o estoque, empacotamento, entrega etc. Também é muito importante que eles sejam comprometidos e que estejam de acordo com as políticas da sua loja, com relação a frete, trocas, devoluções, estorno e privacidade, por exemplo.

Analise as transportadoras

As transportadoras que trabalham com os seus fornecedores também devem ser bem analisadas, a fim de garantir aos seus clientes uma rápida e alta qualidade dos envios.

Tenha um contrato 

Ter um contrato claro entre lojista e fornecedor sobre as responsabilidades de cada parte é essencial para o bom funcionamento do dropshipping. Isso evita dores de cabeça desnecessárias, como no caso de danificações ou falta de peças. 

Conecte informações

Outra possibilidade é conectar informações das fábricas com o e-commerce através de API, pois também é uma forma de evitar problemas com peças faltantes ou produtos danificados.

Conclusão

O dropshipping é uma técnica que está sendo cada vez mais utilizada por quem quer começar os negócios on-line de forma prática e também por grandes empreendedores que querem escalar seu negócio. 

Como você viu, esse modelo pode trazer vários benefícios. Mas, como qualquer negócio, é preciso ter foco, muita dedicação e tomar todos os cuidados necessários para um bom funcionamento. Dessa forma, todas as partes envolvidas no processo se beneficiam de forma saudável.

Esperamos que este conteúdo tenha sido útil pra você e te ajude nessa nova empreitada, se seguir com essa decisão.

Agora, que tal saber tudo sobre experiência do usuário?

Leia o nosso artigo: Experiência do usuário: o que é, como fazer e como otimizar

 

Escrito por: Tânia d’Arc

Compartilhar:
2021-09-13T18:01:57+00:00
EnglishPortuguêsEspañol